Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

sábado, fevereiro 25, 2017

Cientistas se reúnem na Europa para que todo o bloco (UE) considere o vinho alimento.





Para os cientistas reunidos, o vinho é um elemento saudável da alimentação.
A reunião foi promovida nos dias 16,17 e 18, pela FIVIN (Fundación para la Investigación del Vino y la Nutrición), em La Rioja (Espanha).
Profissionais da ciência e da medicina apresentaram as mais novas pesquisas sobre os benefícios do vinho para a saúde.
No encontro, chamado Wine & Health, estavam 36 especialistas de diversos países, como Estados Unidos, Austrália, França, Itália, Alemanha, África do Sul e Reino Unido.
Entre as conclusões, destacaram o consumo moderado de vinho como proteção contra a diabetes, doenças que deterioram a capacidade cognitiva e proteção do intestino.
Além de proteger o sistema cardiovascular, proteger contra o câncer, contra o Alzheimer e contra a obesidade.
Os cientistas também destacaram, que o consumo diário é muito mais eficiente que o esporádico, sempre lembrando é claro que as pesquisas tratam de consumo moderado.
Também estavam presentes membros da Wine in Moderation, Organización Interprofesional del Vino Español, Federación Española del Vino e Fundación Dieta Mediterránea.
Entre a comunidade científica, estavam a Universidade de Barcelona, o INSA instituto de pesquisa em nutrição e segurança alimentar, o Centro de Investigación Biomédica en Red e a equipe de Fisiopatologia da Obesidade e Nutrição do Instituto de Saúde Carlos III.
A presidente do comitê científico foi a Dra Rosa María Lamuela, do Departamento de Nutrição, Ciências da Alimentação e Gastronomia, e da Faculdade de Farmácia e ciências da alimentação da Universidade de Barcelona.
O principal objetivo da reunião é o reconhecimento do vinho como alimento em toda a União Europeia.

sexta-feira, fevereiro 24, 2017

Como se faz vinho? - Viña Miguel Torres, Chile - Parte - 2



Seguindo o que mostramos ontem, o enólogo Jorge Rojas Díaz, explica como funciona a vinificação.


quinta-feira, fevereiro 23, 2017

Como se faz vinhos Brancos? - Viña Miguel Torres - Curicó, Chile





Visitei a Miguel Torres, em Curicó, no dia em que vinificavam um Chardonnay.
O enólogo Jorge Rojas Díaz explica o processo como poucos.
Uma verdadeira aula.


quarta-feira, fevereiro 22, 2017

Tatay Cristóbal 2011 - Carménère - Valle de Aconcagua - Viña Von Siebenthal - Chile





Mais um super carménère que provei no Chile.
Em 2011 só foram produzidas 3371 garrafas.
90% Carménère e 10% Petit Verdot.
Passou 27 meses em barricas novas de carvalho francês.
A cor é rubi, intenso.
No nariz tem boa intensidade aromática, mesmo sendo bastante jovem.
Notas de mirtilo, alecrim, framboesa, café...
Na boca é seco, encorpado, taninos macios bem presentes.
Tem boa acidez, dando frescor e fazendo salivar não deixando espaço para os taninos secarem a boca.
O álcool está bem equilibrado, sem nenhuma ponta.
Sabor intenso, repetindo as notas sentidas no nariz e com um toque de café no final.
Vinho persistente. Muito persistente.
Vinho jovem, de guarda, deve evoluir muito por pelo menos 10/20
anos.
Nota: 94
Importador: Wine Lovers (embora o vinho ainda não esteja no site e por isso não sei o preço).
www.winelovers.com.br

Uma conversa com Mauro von Siebenthal, no Valle de Aconcagua





Mauro fala sobre o mercado, leveduras, produtos químicos, terroir, grandes vinhos e a relação com a natureza.
Uma boa conversa!


terça-feira, fevereiro 21, 2017

Mauro von Siebenthal. O advogado suíço que virou produtor de vinhos no Chile.




Mauro colecionava vinhos e trabalhava como advogado. Conheceu o vale do Aconcagua e resolveu deixar tudo pra trás para produzir vinhos.


Queda na produção mundial de vinhos em 2016.




A produção de vinhos foi a mais fraca dos últimos 20 anos.
O principal motivo foi o clima, mas talvez não seja só isso.
Dos 7,4 milhões de hectares de vinhedos do planeta saíram 259 milhões de hectolitros de vinho.
5% a menos que em 2015.
Na América Latina, a queda é creditada ao "El Niño".
A Argentina produziu 35% menos, o Brasil 50% menos e o Chile passou de 5º produtor mundial para a nona posição.
Na África do Sul, um longo período de seca fez a produção cair 19%.
Quem ganhou com a queda sul-americana foi a China, que se tornou o sexto país que mais produziu vinho em 2016 mesmo sem aumentar a produção em relação a 2015.
Na Europa, a França produziu 12% menos, graças ao clima.
A Itália, menos afetada, teve uma pequena queda, de 2% e a Espanha foi na contra mão e aumentou sua produção em 1%.
Outros que aumentaram a produção, foram Estados Unidos (+2%) e Austrália (+5%).
Os dados são da OIV, que é quem regula cientificamente e tecnicamente a produção mundial de vinho.
A OIV constatou também que entre 8 e 12% da produção mundial, vem de vinhedos orgânicos ou biodinâmicos.
Um crescimento que mostra uma tendência importante para o futuro da viticultura mundial.

segunda-feira, fevereiro 20, 2017

Kai 2014 - Carménère - Valle de Aconcagua - Viña Errazuriz - Chile



Está entre os ícones da Viña Errazuriz e é o único ícone elaborado com a Carménère.
Este 2014 tem 95% Carménère e 5% Syrah.
Passou 22 meses em barrica francesa nova.
A cor é rubi, concentrada e profunda.
No nariz tem boa intensidade aromática (média+), apesar de jovem.
Notas de cereja, mirtilo, amora, torrefação e um toque de pimenta.
Na boca é encorpado, seco, taninos macios e acidez em bom equilíbrio com os taninos.
Apesar dos 14,5% de álcool, ele não se atreve muito.
Sabor intenso, repetindo as notas sentidas no nariz, ganham um sabor de chocolate amargo e um toque terroso.
Vinho persistente.
Nota: 93
Preço: 727 reais no importador (Safra 2008): https://www.vinci.com.br/p/vinho/kai-carmenere-2008-errazuriz-0774080

Viña Errazuriz - Enóloga - Purissima Vergara Henríquez






Conversei com a enóloga da Errazuriz, sobre os conceitos para se produzir vinhos ícones.


sexta-feira, fevereiro 17, 2017

O Vinho 100 pontos e outros tops da Viña Errazuriz





Os grandes rótulos Errazuriz/Chadwick já fizeram história no mundo do vinho.
Conheça os detalhes de cada ícone e saiba qual vinho foi o primeiro do Chile a receber 100 pontos do crítico James Suckling.


quinta-feira, fevereiro 16, 2017

Visitei a Viña Errazuriz, no Valle de Aconcagua - Chile.






A vinícola é linda!
Tem a nova e tem a velha, num vale com uma paisagem incrível.


A Jancis Robinson, escreveu que a vinícola é uma das mais interessantes do mundo para se visitar.
Fica a uma hora e meia de carro, partindo de Santiago.


quarta-feira, fevereiro 15, 2017

Don Maximiniano Founder's Reserve 1995 - Viña Errazuriz - Valle de Aconcagua - Chile






Um dos grandes vinhos que provei na última viagem ao Chile, no início deste mês.
100% Cabernet Sauvignon.
Passou 16 meses em barricas francesas.
A cor indica alguma idade, mas não indica 22 anos.
Ainda rubi no núcleo, com reflexos tijolo apenas na borda.
No nariz tem boa intensidade aromática e complexidade.
Notas de frutas secas (principalmente ameixa), amora, couro, tabaco...
Na boca é encorpado, tem boa acidez, taninos ainda bem presentes, elegantes e macios.
O álcool aparece pouco.
O sabor é intenso, repete os aromas sentidos no nariz, mas junto com eles um toque terroso, de cogumelo seco, tabaco, café e chocolate amargo.
O vinho é persistente. O sabor fica na boca por longo tempo.
Me arrisco a dizer, que apesar dos 22 anos ainda tem força para viver com classe até os 30 anos.
Nota: 94 Pontos.
Importador: www.vinci.com.br
O 2012 custa cerca de 500 reais no importador.

Don Maximiniano e a história da Viña Errazuriz, do Chile.






A história de Don Maximiniano e o sobrenome Errazuriz, que está diretamente ligado a história do Chile.


terça-feira, fevereiro 14, 2017

Enoturismo - Hotel Castillo Rojo - Barrio Bellavista - Santiago





Passei uma semana no Chile entre vinhedos, hotéis e gastronomia típica chilena.
Começo a série com uma dica de hotel no bairro boêmio de Bellavista.


segunda-feira, fevereiro 13, 2017

Documentário - Argentina Muito+que Malbec - Última Parte (15) - Na parte final, um passeio nos vinhedos com Matias Michelini






Na última parte do documentário, Matias Michelini mostra os vinhedos, os compostos biodinâmicos, fala das fases da lua, e do que aprendeu com a avó.
Os enólogos falam sobre o futuro do vinho argentino e da Malbec.



sexta-feira, fevereiro 10, 2017

Documentário - Argentina Muito+que Malbec - Parte 14/15 - Super Uco com Matias Michelini






No penúltimo capítulo, Matías Michelini me mostra o labirinto das plantas biodinâmicas e os vinhedos de Super Uco.


quinta-feira, fevereiro 09, 2017

Documentário - Argentina Muito+que Malbec - Parte 13/15 - Papo biodinâmico com Matias Michelini





Na décima terceiro capítulo, começamos a conversa com Matías Michelini, que produz os vinhos biodinâmicos mais fantásticos de Mendoza.



quarta-feira, fevereiro 08, 2017

Documentário - Argentina Muito+que Malbec - Parte 12/15 - Zuccardi e Pelleriti...






Na décima segunda parte, uma entrevista maravilhosa com José Alberto Zuccardi e uma volta nos vinhedos com Marcelo Pelleriti.


terça-feira, fevereiro 07, 2017

segunda-feira, fevereiro 06, 2017

Documentário - Argentina Muito+que Malbec - Parte 10/15 - As diversas variedades.





No décimo episódio, as diversas variedades de Mendoza, e uma surpresa: a Cabernet Franc era Carménère.


sexta-feira, fevereiro 03, 2017

quinta-feira, fevereiro 02, 2017

Documentário - Argentina Muito+que Malbec - Parte 8/15 - Catena Zapata




No oitavo episódio entrevisto Laura Catena, na Bodega Catena Zapata.


quarta-feira, fevereiro 01, 2017

Documentário - Argentina Muito+que Malbec - Parte 7/15 - Enoturismo






Na sétima parte do documentário, o assunto é enoturismo.
Em Chacras de Cória, a 13 quilômetros do centro de Mendoza, visitei a Finca Adalgisa, da Família Furlotti, que tem no próprio hotel, um vinhedo centenário e vinhos elaborados pelo renomado Carmelo Patti.


Direto do Chile! Mauro Von Siebenthal comenta os incêndios que castigam o país.



Os chilenos já controlaram 59 incêndios, mas seguem combatendo outros 83.
559.825 hectares foram queimados, 1103 casas foram destruídas, 11 pessoas morreram e alguns vinhedos também foram afetados.
Distante da área de incêndio (localizada ao sul de Santiago), conversei com o vinhateiro, Mauro Von Siebenthal, que está a 200 quilômetros da área afetada e sente os efeitos da fumaça.


terça-feira, janeiro 31, 2017

Documentário - Argentina muito+que Malbec - Parte 6






Na sexta parte do documentário, um verdadeiro espetáculo da natureza na nova bodega da Familia Zuccardi.




segunda-feira, janeiro 30, 2017

Documentário - Argentina muito+que Malbec - Parte 5






Na quinta parte do documentário o viticultor da Norton, fala sobre os terroirs de Mendoza.



sábado, janeiro 28, 2017

Garrafas falsas de Romanée-Conti. Um russo e dois italianos começaram a ser julgados.







O julgamento aconteceu essa semana em Dijon.
Eles venderam 400 garrafas falsas de Romanée-Conti, um dos vinhos mais caros do mundo, além de alguns outros grandes vinhos da Borgonha.
O prejuízo causado por eles, chega a 1,5 milhão de euros.
Se trata de uma rede internacional de falsificação que passa pela Itália e pela Russia.
Eram dois tipos de falsificação, com os rótulos russos mais grotescos e os italianos mais próximos dos originais.
Os italianos acusados, são os negociantes Enzio e Nicola Lucca (pai e filho).
Eles foram encontrados pela policia italiana em outubro de 2013 com rótulos e garrafas falsas num depósito na própria casa.
A justiça italiana acabou liberando os dois e se recusa a extraditá-los para a França.
Os dois acabaram pegos de novo pela justiça suíça em 2015 e pegaram 24 meses de prisão (com surcis, que dispensa o cumprimento de uma parte da pena) e uma multa de 5000 francos suíços cada um.
O Domaine de la Romanée-Conti pretende receber uma multa de 1 milhão de euros, quando o julgamento terminar.
O Russo, Aleksandr Iugov, alega inocência e pode ser absolvido.

sexta-feira, janeiro 27, 2017

Documentário - Argentina muito+que Malbec - Parte 4





Na quarta parte do documentário, vamos ver a tecnologia nos vinhedos.
A Argentina na vanguarda da vitivinicultura.



quinta-feira, janeiro 26, 2017

Documentário - Argentina muito+que Malbec - Parte 3






Na terceira parte do documentário, os enólogos argentinos seguem falando sobre a história da viticultura argentina e da Malbec.




quarta-feira, janeiro 25, 2017

Documentário - Argentina Muito+que Malbec - Parte 2




No segundo capítulo, os enólogos falam da Malbec. Como ela chegou, como começou a ser cultivada, quando começou a ser chamada de Malbec.


 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis