Papo de Vinho
Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

terça-feira, outubro 15, 2019

No calor do Tejo, a DFJ Vinhos faz vinhos de Lisboa.






Visitei a DFJ Wines, que fica no calor da região do Tejo, mas produz quase que totalmente, vinhos de Lisboa. Eles restauram barricas, compram muita uva para manter a produção e fazem vinhos de diversas faixas de preços.


segunda-feira, outubro 14, 2019

Drone no ar nos vinhedos da Quinta de São Sebastião, na região de Lisboa.





Visitei a Quinta de São Sebastião, mostrei as garrafas antigas, o revestimento de cortiça que mantém a vinícola fresca e coloquei o drone no ar, por cima de um dos vinhedos mais lindos da região de Lisboa.


sexta-feira, outubro 11, 2019

Uma vinícola cercada com obras de arte




A adega da Quinta de São Sebastião, na região de Lisboa, é quase uma galeria de arte em meio a tanques e barricas. Uma vinícola que se envolve com o movimento artístico português.


quinta-feira, outubro 10, 2019

Na Quinta do Sanguinhal tem cortiça, belos vinhedos e uma adega gigante.





Perto de óbidos, na região de vinhos de Lisboa, a Quinta do Sanguinhal é uma das mais tradicionais.
Na visita temos uma aula de cortiça, visitamos vinhedos maravilhosos e uma adega gigante.


quarta-feira, outubro 09, 2019

Barril de mogno brasileiro na Quinta do Sanguinhal, em Portugal





Visitei a Quinta do Sanguinhal, na região de Lisboa (DOC Óbidos) e descobri uma sala com vinhos fortificados guardados em barris de mogno.


segunda-feira, outubro 07, 2019

Chips, madeira alternativa, tudo às claras... É a sinceridade do António Lopes.





O sonho de qualquer jornalista é entrevistar alguém como o António Lopes, diretor da Vidigal Wines.
Fala sobre o uso da madeira, chips e sobre a produção de seus vinhos.


sexta-feira, outubro 04, 2019

Quais castas se adaptaram melhor ao aquecimento global em Lisboa?





Pessimista, realista???
Sincero e sem meias palavras, António Lopes fala com conhecimento de quem acompanha o desenvolvimento dos vinhedos dia a dia.
Ele acredita que já não há solução para o aquecimento global. Acredita que perdemos o momento de reagir.
No entanto, algumas variedades de uva conseguem manter a qualidade dos vinhos de Lisboa.
Acompanhe a segunda parte da entrevista com ele.



quinta-feira, outubro 03, 2019

O Aquecimento Global chegou com força. É o alerta do Antonio Lopes, da Vidigal Wines




Com uma sinceridade cortante, António Lopes fala do aquecimento global que afeta seus vinhedos na região de Lisboa. Fala do descaso de Trump e Bolsonaro. Acredita que o estrago já está feito, realista ou pessimista, vale muito a pena escutar seu desabafo.


quarta-feira, outubro 02, 2019

Conversei com o enólogo Marcelo Papa sobre o Marques de Casa Concha




Entrevista com o enólogo chefe da Concha y Toro, sobre o vinho Marques de Casa Concha, um dos grandes vinhos da vinícola chilena.





Destaco o Etiqueta Negra 2017.



Um corte de Cabernet Sauvignon (60%), Cabernet Franc (35%) e Petit Verdot (5%).
No nariz cassis, amora, tabaco e baunilha.
Na boca é seco, encorpado, tem boa acidez e taninos com boa textura, bem finos e delicados.
O sabor é intenso, repetindo os aromas sentidos no nariz, com um toque suave de torrefação.
Boa persistência.
Nota: 93
Preço: 260 reais.


terça-feira, outubro 01, 2019

Visitei o único vinhedo de Carcavelos. Mantido pela prefeitura.





Carcavelos sofre com a ameaça do mercado imobiliário, pela proximidade do mar, pela beleza de suas praias e o turismo que só cresce em Portugal. Visitei a única vinícola da Denominação, controlada pela prefeitura com o objetivo de não deixar morrer a tradição.
São vinhos licorosos, de altíssimo nível e muito raros.
Eles precisam de envelhecimento e por isso, além do produtor mantido pela prefeitura, existe ainda alguns estoques de antigos produtores, que acabaram vendendo suas terras para o mercado imobiliário.
Os vinhedos da Villa Oeiras, em Carcaelos, ficam a 20 km de Lisboa.






Provei 5 vinhos, todos excelentes.
Destaco o Villa Oeiras 15 anos Superior.
Um vinho de cor âmbar.
No nariz um toque de oxidação, notas de caramelo, tâmara, mel...
Na boca é doce, tem muito boa aciez, sabor intenso com nota de charuto e canela.
Vinho longo, com excelente persistência.
Nota: 93

segunda-feira, setembro 30, 2019

Murganheira - A Champagne portuguesa





Visitei as Caves Murganheira, em Távora e Varosa, uma região demarcada de produção de espumantes, localizada entre o Douro e o Dão. A qualidade dos espumantes é notável e é uma prioridade bem definida pelos proprietários.


sexta-feira, setembro 27, 2019

Vinhos gregos de altíssimo nível chegam ao mercado brasieiro




Que a Grécia tem tradição vinícola, não é preciso nem dizer.
Que os rótulos, nomes de uva e regiões são complicadas e desconhecidas também.
O gráfico acima dá uma ideia da força desse mercado.
Talvez por isso, esses vinhos do velho mundo sejam tão desconhecidos dos brasileiros.
Injustamente.
Provei uma série de vinhos gregos importados pela Monte Dictis  e todos me agradaram.
Vou destacar um tinto e um branco.




O branco da vinícola Estate Argyros Assyrtiko 2017 - Cuvée Monsignori Santorini.
Assyrtiko é o nome da variedade, uma uva nativa da ilha de Santorini, onde esse vinho foi produzido.
No nariz tem um toque floral e cítrico, junto com um toque mineral bastante interessante.
Na boca é seco, salino, muito boa acidez e equilíbrio.
É untuoso e persistente.
Nota: 92
Preço: acima de 250 reais.




O tinto Alpha Estate Xinomavro Reserve 2015 Vieilles Vignes é grandioso.
Elaborado com vinhas velhas dessa variedade que é bastante conhecida com outro nome.
A Xinomavro é a Nebiolo.
A mesma uva que se transforma em grandes barolos e barbarescos é encontrada na Grécia.
No nariz tem um toque de alcaçuz, juntos com aromas de cereja, framboesa e um toque de especiarias.
Na boca tem corpo médio, taninos bem presentes, mas com uma textura bastante macia e elegante.
A acidez é muito boa, faz salivar e dá frescor.
O sabor é intenso e repete as frutas sentidas no nariz, junto com um toque terroso e uma leve lembrança de cacau (passou 24 meses em barricas francesas).
Vinho persistente e excelente.
Nota: 93
Preço: Acima dos 250 reais.





quinta-feira, setembro 26, 2019

Caliterra tem importador novo e vinhos modernos.


Foi interessante a conversa com o Rodrigo Zamorano, enólogo da Caliterra.
A vinícola faz parte do grupo Chadwick e no passado tinha a californiana Mondavi como sócia.
Sob a batuta dos californianos os vinhos eram mais pesados e a quantidade tinha uma importância muito maior.
Quando Chadwick assumiu o controle, tudo mudou.
Faz 8 anos que Rodrigo foi chamado para priorizar a qualidade e começou buscando vinhos mais frescos, com fruta mais fresca e menos marcados pela madeira.
Conseguiu.
Os vinhedos estão em Cachapoal, onde cada lote passou a ser mais valorizado e as variedades escolhidas de acordo com a característica de cada pedaço de terra.
Provei 7 vinhos e posso dizer que cada um cumpre seu papel de acordo com o discurso de Rodrigo Zamorano.
Destaco 3 vinhos.



O Tributo Carménère 2016 tem boa fruta, notas de amora e mirtilo, o toque vegetal da Carménère é respeitado, um toque de pimentão e especiarias.
Na boca a fruta mostra frescor, tem boa acidez e taninos suaves, com boa textura.
Nota: 90
Preço: 168 reais
Importador: Vinho & Ponto - https://www.vinhoeponto.com.br/caliterra-57/v



O DSTNTO 2017 é um corte de Malbec, Syrah, Carignan e Petit Verdot.
No nariz a fruta aparece com força. Cereja, romã, amora e um toque de pimenta.
Na boca é seco, encorpado, boa acidez e taninos granulados, bem finos e com boa presença.
Persistente.
Um vinho impossível de ficar só numa taça.
Nota: 93
Preço: 233 reais
Importador Vinho & Ponto - https://www.vinhoeponto.com.br/caliterra-57/v



O Caliterra Pétreo Malbec 2016 mostra a boa face da Malbec no Chile.
Afinal a Malbec chegou ao Chile antes de chegar na Argentina.
No nariz tem boa intensidade aromática com um toque de violeta e frutas frescas, como amora, mirtilo e cereja.
Na boca é encorpado, fresco, tem os taninos bem presentes, mas muito delicados, sem secar a boca e nem agredir o palato.
Suculento, longo e delicioso.
Nota: 93
Preço: 310 reais
Importador: Vinho & Ponto - https://www.vinhoeponto.com.br/caliterra-57/v

Conversei com o enólogo Rodrigo Zamorano, sobre essa nova fase da Caliterra.


quarta-feira, setembro 25, 2019

Ainda em Peso da Régua, visitei a loja de vinhos e restaurante Castas & Pratos





O Castas e Pratos é quase uma visita obrigatória para quem visita Peso da Régua, no Douro.
É uma excelente loja de vinhos junto com um excelente restaurante.
Eu conversei com o Manuel Osório, um dos proprietários.


terça-feira, setembro 24, 2019

Na Tasca da Quinta, em Peso da Régua (Douro, PT), tudo é muito bom...





Peso da Régua é uma cidade importante no Douro, mas é pequena.
Pequena e com um número impressionante de bons restaurantes.
Depois de provar a Bochecha de Porco, visitei a Tasca da Quinta, um pequeno e disputado restaurante com bons vinhos, polvo, bacalhau...


segunda-feira, setembro 23, 2019

Bochecha de Porco ao Vinho do Porto. Entrei na cozinha para conferir. Em Peso da Régua.




A cozinha portuguesa é muito rica. Vai muito além do bacalhau, dos frutos do mar, caldeiradas e afins.
A Bochecha de Porco é um dos pratos que eu não resisto.
No Alentejo talvez seja mais comum, mas dessa vez que visitei Portugal, fui surpreendido por essa maravilha temperada no Vinho do Porto.
Visitei o restaurante inDouro Hostel & Wine Bar, no Largo da Estação, em Peso da Régua, e fui pra cozinha pegar a receita com os mestres.


sexta-feira, setembro 20, 2019

Buscado Vivo o Muerto -0 El Limite Las Pareditas 2017 - Branco - Mendoza - Argentina





A garrafa não informa as uvas, não informa a forma de produção... Do jeito que eu gosto.
A garrafa tem o terroir de Las Pareditas, em San Carlos (Valle de Uco), Mendoza.
Na produção dele, em primeiro lugar a natureza e em segundo os criadores Alejandro Sejonovich e Jeff Mausbach.
Eu realmente não preciso saber mais nada.
No nariz uma nota de carambola (que obviamente os criadores do vinhos nunca ouviram falar), maracujá, limão siciliano e um toque mineral, salino, junto com uma nota vegetal de grama.
Na boca é fresco, no ponto certo. Cremoso.
A acidez dá o frescor mas não chega a provocar aquela salivação excessiva, com aquele impressão de estar chupando limão.
O vinho é equilibrado, tem corpo, tem intensidade de sabor, equilíbrio e persistência.
Eu fiquei maluco com ele.
Dá vontade de virar taça após taça até a garrafa acabar.
No sabor, maracujá azedo, notas cítricas e minerais.
Um grande vinho!
Nota: 94
Preço: Não sei.
Onde: Não sei.
Onde provei?
Na prova da Wines of Argentina em São Paulo.

Na Quinta da Casa Amarela, no Douro, as vinhas velhas são as estrelas.




Visitei a Quinta da Casa Amarela, no Douro. Coloquei o drone no ar, mostrei as vinhas velhas e entrevistei o Gil Regueiro, dono da vinícola.


quinta-feira, setembro 19, 2019

Coloquei o Drone nos vinhedos do Desconhecido, no Douro.




Visitei os vinhedos do vinho Desconhecido, no Douro.
A enóloga Lisete Osório, me falou sobre o terroir, as variedades e particularidades do Douro.





Provei o Desconhecido Reserva 2015.
Um vinho com notas de frutas frescas, vermelhas e negras, um toque floral de violeta e fresco no paladar.
Tem taninos macios, de granulação fina e boa persistência.
Vale conhecer.
Nota: 89



quarta-feira, setembro 18, 2019

Visitei as Terras do Demo e os seus ótimos espumantes.




Visitei a região de Távora e Varosa e os campos chamados de Terras do Demo, depois de uma citação do escritor Aquilino Ribeiro, em referência ao lugar. Os espumantes são realmente muito bons.


terça-feira, setembro 17, 2019

Na região de Távora e Varosa, conhecida por espumantes, também tem muita maçã.




Em Távora e Varosa, a menor região demarcada de Portugal, os espumantes são as estrelas. E as maçãs também.
O processo da colheita até o mercado é super interessante.
Assista o vídeo:


segunda-feira, setembro 16, 2019

Entre o Douro e o Dão tem boas borbulhas - Tavora-Varoza





A menor DOC de Portugal, fica entre o Douro e o Dão e produz grandes espumantes.
Visitei a região e conversei com alguns produtores.
O Marcos Hehn produz espumantes com um certo acento alemão.
Vale a pena conferir:






Numa das postagens anteriores eu avaliei o espumante Bruto Rosé 2012, elaborado por ele:

http://www.papodevinho.com/2019/09/hehn-espumante-bruto-rose-2012-tavora.html

sexta-feira, setembro 13, 2019

Visitei a Quinta da Rueda, no Douro.





Ainda com o Fernando Seixas, fomos para a Quinta da Rueda, uma das mais lindas do Douro.

quinta-feira, setembro 12, 2019

Os ingleses inventaram o vinho do Porto?





Conversei com o Fernando Seixas, que é um profundo conhecedor de vinhos do Porto.
Ele me contou sobre a luta do Barão de Fladgate contra a Filoxera e comentou sobre a invenção inglesa do vinho do Porto.


quarta-feira, setembro 11, 2019

Em junho de 2020 a Grupo Fladgate (Taylor's) inaugura a World of Wine. Conversei com o Fernando Seixas e ainda visitei as caves.




No ano que vem a Fladgate Partnership, (grupo que a Taylor's faz parte) inaugura a World of Wine, com um investimento de 100 milhões de euros.
Será uma espécie de museu interativo e cheio de informações para quem ama o mundo dos vinhos.
Visitei as caves em Vila Nova de Gaia e conversei com o Fernando Seixas.


terça-feira, setembro 10, 2019

Douro monumental... Fui ao Douro Superior e coloquei o Drone no ar na Casa Álvares






Visitei a Casa Álvares no Douro Superior.
As imagens com o drone são fantásticas.
Mostram a grandiosidade dessa região com paisagem humanizada, com os terraços e as vinhas fazendo uma geometria única.
A Casa Álvares tem dono brasileiro, bons vinhos e é importada pela Galeria dos Vinhos.
Assista:


segunda-feira, setembro 09, 2019

Os vinhos de Lisboa são a bola da vez.





Todo amante do vinho já conhece a excelência do Douro, do Alentejo, uma parcela menor conhece os  Vinhos Verdes, vinhos do Dão, da Bairrada...
Os vinhos de Lisboa estão surgindo como uma nova força em termos de diversidade, qualidade e enoturismo, por estarem bem próximos da capital portuguesa.
Os vinhos de Lisboa vão desde os raros Carcavelos (fortificados) e os raros vinhos de Colares com a variedade Ramisco, até os chamados vinhos leves, com até 10,5% de teor alcoólico, ou os vinhos com perfil internacional, de grandes adegas e produtores conhecidos.
Passei uma semana por lá e conheci a Joana, que trabalha com a promoção dos vinhos de Lisboa.
Assista a conversa com ela:

segunda-feira, setembro 02, 2019

Hehn Espumante Bruto Rosé 2012 - Tavora-Varoza - Portugal





Tavora-Varoza é a região dos espumantes no Douro.
Esse rosé tem qualidade, pequena produção e um sotaque alemão, que o próprio nome entrega a origem do proprietário.
Esse rosé é interessante.
A cor é clara, atraente.
No nariz tem uma boa complexidade.
Cereja, toque floral e de brioche.
Na boca é seco, tem boa cremosidade, bom equilíbrio, acidez e persistência.
Um leve amargor.
Intensidade de sabor média.
89 pontos.

quarta-feira, agosto 28, 2019

Tempo 2015 - Anselmo Mendes - Vinho Verde - Branco






Já vou logo dizendo, é um vinho para iniciados, gente que está aberto a novidades, ao diferente.
É um vinho laranja, branco que teve um contato prolongado com as cascas durante a fermentação e maturação.
A cor é dourada, com uma puxada para o cobre.
No nariz tem notas de damascos secos, favo de mel, pêssego e o um toque oxidado.
Na boca é encorpado, tem taninos bem finos, untuoso, amanteigado, sabor intenso.
Sabor de flor de laranjeira, casca de laranja e mel.
Complexo, equilibrado e muito longo.
Elaborado com a Alvarinho.
Surpreendente e complexo.
Nota: 91 Pontos.
Custa 67 Euros em Portugal.
A Decanter importa os vinhos do Anselmo Mendes, mas acho que este não está no catálogo.

segunda-feira, agosto 12, 2019

Entrevista exclusiva com o enólogo do El Principal, Gonzalo Guzmán.



Entrevista exclusiva com o enólogo da Viña El Principal, Gonzalo Guzmán.
Os vinhos Calicanto, Memórias e El Principal, estão entre os grandes vinhos do Chile.
Os vinhos seguem um estilo clássico, com características que lembram os grandes vinhos franceses.


 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis