Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

quarta-feira, janeiro 30, 2013

A produção de vinhos brancos cai na França, Espanha e na Itália

Foto: Jane Prado


O problema foi a baixa produção nos 3 países, mas também a triste decisão de trocar plantas de variedades brancas por tintas, principalmente no sul da França.
Para se ter uma ideia, os brancos secos representam apenas 8% da produção de Bordeaux e os brancos doces 3%.
Mas na questão do preço, os brancos de 2012, talvez pela raridade, subiram.
Uma barrica de 900 litros custou em torno de 1120 Euros, enquanto uma barrica de tinto, custou em média 960.
Os melhores lotes de Sauvignon Blanc chegaram a 1300 Euros.
Pela escassez, os produtores de Gascogne, lugar de bons brancos, preferiram este ano vender os brancos antes de enviar a destilação de Armagnac, onde os vinhos custam bem menos.
Por isso, a produção de armagnac caiu para 20.000 hectolitros, sendo que a previsão era de 27.00o. 
Um sinal de alerta para os Brancos. 
Que são tão fantásticos e tão nobres como os tintos e merecem um consumo bem maior e um reconhecimento a altura. 
Aqui no Brasil existe uma campanha para o consumo deles.
Campanha acertada.
Existe um mito de que o vinho tinto no verão não cai bem, então vamos aos brancos.
Na Europa em regiões que chegam facilmente aos 40 graus no verão, o consumo de vinho tinto ainda é grande.
Se o vinho estiver na temperatura ideal não há nenhum problema.
No caso dos brancos, são deliciosos no inverno, maravilhosos no verão e indispensáveis para acompanhar uma série de pratos.

0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis