Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

terça-feira, março 05, 2013

Júlia Miranda estréia no Papo de Vinho para falar de Cerveja. Começamos pela cerveja Exterminator

 
“Cerveja: é o que lubrifica as engrenagens de uma noite excelente, a companheira fiel do bar, a amiga que nunca critica, a melhor palavra após um longo dia de trabalho, além de ser, oficialmente, a bebida alcoólica favorita do mundo”.
Mas cerveja não é só cerveja, da mesma forma que nós somos mais do que meros Homo Sapiens. Cada cerveja tem sua própria característica, nuance e charme – assim como cada ser humano- e suas qualidades costumam refletir a personalidade e a habilidade do cervejeiro.“

Melissa Cole


A introdução ao mundo das cervejas especiais (gourmet) requer certa cautela. Nosso paladar, já acostumado às tradicionais Pilsen e Larger à venda em qualquer comércio de região, pode vir a “estranhar” a complexidade presente em outras variações da bebida. Sendo assim uma ótima maneira de começarmos, é pela análise de uma cerveja de trigo, tradicionalíssima no mundo cervejeiro e seguramente não tão distante do que possamos estar acostumados a saborear.
De estilo característico encorpado, é uma cerveja saborosa e com uma espuma extremamente densa, suas variações de sabores são inúmeras e notáveis. Ainda assim, dois destes merecem nosso destaque por sua presença marcante no estilo Weiss : Cravo e Banana.
Hoje especificamente, iremos falar sobre uma cerveja de trigo que foge de tais sabores tradicionais devido à adição de capim-limão e açúcar mascavo em sua composição.


Cerveja Exterminator da série 3 Lobos da cervejaria Backer de Belo Horizonte (http://www.cervejariabacker.com.br/)


Essa é uma cerveja que sem duvida abre com chave de ouro a iniciação de quem procura boas cervejas.
De corpo médio-leve e com uma espuma linda e densa essa cerveja traz um toque cítrico muito perceptível desde o aroma até o paladar. Também é possível notarmos um leve adocicado no começo da língua e posteriormente um amargor bem presente quando já no final de nossa degustação.

Sua harmonização casa muito bem com pratos de carnes brancas e mais leves, ou até com saladas mais ricas e elaboradas. Uma salada de folhas verdes e camarão salteado tende a aproveitar o componente cítrico da Exterminator (presente devido ao capim-limão) trazendo um leve frescor e trazendo também uma adição de sabores e “temperos”.
Já para as sobremesas as melhores combinações se fazem presente com o sorvete de baunilha (harmonização por contraste) ou com uma generosa torta de limão cravo (harmonização por semelhança).




Júlia Miranda

0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis