Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

segunda-feira, maio 27, 2013

Tudo sobre as regiões francesas - Jura - Parte 2 - AOC Arbois




A AOC Arbois ocupa 850 hectares de vinhedos, com uma produção de 
37 200 hectolitros divididos entre as comunas de Arbois, Montigny-les-Arsures, Arsures, Mesnay, Vadans, Villette-les-Arbois e Pupillin. 
Arbois é considerada a capital dos vinhos do Jura.
Essa AOC identifica um terroir de qualidade, protegido dos ventos por falésias calcárias, com um sub-solo de marga rico em minerais, que conserva a úmidade típica do clima do Jura.
Em Celta, Arbois significa: ar e bos = terra fértil. 
Esse terroir é mais indicado para as variedades tintas, que dominam a produção.
A Trousseau, por exemplo, se adapta perfeitamente com a argila das partes mais baixas do terroir.
Os vinhos são concentrados e de cor púrpura intensa.
Os Arbois elaborados com a Pulsard, são mais leves, perfumados, redondos e de cor mais leve, lembrando uma Pinot Noir.
Na mesma AOC, ainda encontramos alguns brancos secos (principalmente elaborados com a Savagnin) que são frescos e delicados.
Além dos Vins Jaunes (tipo de Jerez) e dos Vins de Paille (doces com uvas passificadas) e espumantes (AOC Arbois Mousseux).
Os vinhos produzidos em torno da comuna de Pupillin podem reivindicar sua própria AOC Arbois-Pupillin.
Uma piadinha acompanha alguns rótulos: « le vin d'Arbois, plus on en boit, plus on va droit ! » = Vinho de Arbois, quando mais a gente bebe, mais a gente se endireita (algo assim, como se ao contrario de se embebedar, a pessoa se endireitasse).


0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis