Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

terça-feira, junho 25, 2013

Ama – Amor, Vinho e Arte - Por: Flávia Palacio (visita ao Castello di Ama)



Ama é um pequeno vilarejo situado no alto de uma colina, bem na região do Chianti Clássico. Cercado por vinhedos e oliveiras, e em meio a ciprestes, as construções em pedras tipicamente etruscas compõem um bucólico cenário toscano.
Esse burgo feudal abriga uma vinícola muito especial, Castello di Ama, cuja visita representa uma experiência incrível sobre vinho, azeite, cultura e amor.



Além de conhecer a rica história do local, dos vinhedos e de como o vinho é ali produzido, pudemos ver o perfil daquele solo, numa fenda produzida no fundo da cantina, que mostra as camadas pedregosas e calcárias da terra.
Como estávamos na vindima da merlot, que chegava diretamente do vinhedo em pequenas caixas, não resisti e provei a uva, assim, pude conhecer a origem do L' Apparita.



Bem no meio da cantina encontramos um curioso lustre, obra do artista chinês, Chen Zhen, que enfeita e encanta quem passa por lá. Feito em vidro e disposto como se fossem taças, têm formatos dos órgãos internos do corpo humano. Os corações, para mim, são os mais simbólicos.

Os proprietários da vinícola, o casal Lorenza e Marco Pallanti, conseguem transmitir o sentimento de amor em tudo. Acreditam que seus vinhos são especiais por serem criados em um lugar onde o amor e a arte estão sempre presentes.
E com razão, pois seus refinados Chiantis, o Castello di Ama, o Bella Vista e o La Casuccia, além do maravilhoso Merlot, L'Apparita são aclamados e de altíssima qualidade, tornando, assim, a vinícola tão renomada.
Isso me lembrou que em comemoração à 25ª safra do Castello di Ama, Lorenza incluiu no rótulo da safra 2006 a delicada dedicatória: "Grazie Marco per questi 25 anni insieme. L." ("Obrigada Marco por estes 25 anos juntos. L.").



Este fascinante lugar está hoje mesclado com obras de arte, sempre encomendadas e geralmente criadas no próprio local. “Castello di Ama per l’Arte Contemporanea” nasceu em 2000, e é hoje um museu de esculturas.



Lorenza, aficionada por arte, convidou alguns artistas a criarem obras inovadoras na sua propriedade, como uma réplica dos muros mais famosos do mundo, pelo artista cubano Carlos Garaicoa;


uma pintura no chão de uma antiga capela, que nos dá a impressão de ser um poço iluminado (Anish Kapoor);



uma parede de espelhos com janelas que avistam ao fundo a antiga plantação de oliveiras e parte dos vinhedos, por Daniel Buren;




um tronco no tamanho real da árvore, repartido e com espelhos no interior, do artista italiano, Michelangelo Pistoletto; e ainda, na sala onde os melhores vinho s repousam em barricas, foi incorporado por Kendell Geers, um letreiro luminoso vermelho com a palavra "REVOLUTION", escrita ao contrário, com a letra "L" colocada em posição invertida, formando a palavra "LOVE", entre outras também encantadoras obras.



O bom vinho sempre esteve relacionado à arte. Tanto na forma com que são apreciados como em seu próprio efeito inspirador às obras. Lorenza e Marco chamam isso de "Fertilizar o território"!
Prosseguindo a visita, pudemos passear por uma plantação de oliveira, que nos foi dito que sempre esteve ali, sem que se pudessem conhecer a sua idade. Destas plantas são extraídos seus excelentes azeites extra virgem, frutados e elegantes. Também conhecemos uma figueira com mais de 100 anos, onde pude colher e provar o figo mais suculento e doce que já imaginei na minha vida.



No final desta espetacular visita, fizemos a degustação vertical dos vinhos "Castello di Ama", claro, num local inusitado, uma sala com inscrições nas paredes de frases e pequenos desenhos inteligentes e divertidos, tal como foi nossa experiência!

0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis