Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

quarta-feira, novembro 27, 2013

Conversei com o Rafael Urrejola, do projeto TH (Terroir Hunter) da Undurraga. E provei os vinhos é claro...



O projeto me interessa muito.
Como disse outro dia aqui no blog, estou produzindo um documentário sobre os terroirs do Chile.
O TH é isso.
Um país com tantas possibilidades e terroirs distintos que só pode ser comparado com países europeus.





O Sauvignon Blanc 2012, elaborado em Lo Abarca, numa propriedade da Casa Marin.
Vinho com os tradicionais aromas de maracujá, manga, limão, mel, mineral, aspargos...
Na boca boa acidez, boa estrutura, salgado, fresco e longo.
Nota: 88/100

O Chardonnay 2011 é de Limarí, do pequeno terroir de Quebrada Seca.
Pra mim o melhor da noite.
No nariz notas de flores brancas, pêssego, limão e um toque de madeira.
Na boca é elegante, untuoso, bem equilibrado, bom corpo e final longo, com nota de baunilha.
Nota: 91/100

O Pinot Noir 2012 é de Leyda.
Um dos bons Pinots fora da Borgonha.
No nariz cereja, groselha, terra, alecrim.
Na boca corpo médio, boa estrutura, taninos finos, elegante.
Final médio/longo.
Nota: 89/100

O Carménère 2011 é de Peumo.
No nariz cereja, chocolate, banilha.
Na boca tem corpo médio, bom equilíbrio, taninos macios, fresco.
Nota: 87/100

O Syrah 2011 é do Vale de Maipo.
No nariz amora, mirtilo, pimenta e chocolate.
Na boca é amplo, concentrado, encorpado.
Taninos finos, persistente.
Nota: 89/100

O Cabernet Sauvignon 2011 é do Alto Maipo.
No nariz cassis, menta, tabaco.
Na boca é encorpado e elegante.
Taninos vivos, boa concentração, equilíbrio.
Final longo.
Nota: 91/100

Todos os vinhos da linha TH Custam 97 reais e são importados pela Inovini www.inovini.com.br



0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis