Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

sexta-feira, janeiro 03, 2014

Tudo sobre as regiões francesas - Bourgogne - Parte 97 - Sub-Região Côte de Nuits - AOC Mazis-Chambertin



A AOC Mazis-Chambertin está entre os Grands crus da Côte de Nuits.
São apenas 9 hectares 10 ares e 34 centiares nas comunas de Gevrey-Chambertin, les Mazis-Bas e les Mazis-Haut.
Os solos são de aluvião com a base do solo em calcário.
A cobertura muito fina do solo, obriga os produtores a repor a terra nas partes mais altas depois de grandes chuvas.
São Grands Crus de vinhos tintos, elaborados unicamente com a Pinot Noir.
Os vinhos tem cor profunda, aromas de groselha, cassis, framboesa, morango; e também alcaçuz, violeta e nota terrosa.
Na boca é potente, complexo e com ótimo volume.
Enfim, são vinhos muito parecidos com os vinhos da AOC Gevrey-Chambertin.
Só especialistas em Borgonha são capazes de perceber as pequenas diferenças.
São vinhos de guarda.

Não vale a pena provar esses vinhos antes de pelo menos 10 anos.

3 comentários:

Anônimo disse...

Beto, gostaria de tirar uma duvida. O vinhho Marsala, típico da Sicília na Itália tem o mesmo processo de fabricação que os vinhos do tipo late harvest?! Desde já obrigado

Beto Duarte disse...

O vinho Marsala, que usa principalmente as uvas Grillo, Inzolia e Catarrato, recebe depois de vinificado o "vino di cotto", o "sifone" e álcool (quase como o Porto).
O tal Vino di Cotto é feito com o mosto da uva Catarrato cozido, direto no fogo ou no vapor em caldeiras de cobre.
Depois que o volume diminui ele é misturado ao vinho.
O "sifone" é obtido com as uvas Grillo (essas sim em colheita tardia), depois de passarem por envelhecimento, também misturadas ao vinho junto com álcool de uva.
Tudo misturado vira o Marsala.
Tipos de Marsala: Oro ou Ambra, Rubino, doce, secco ou semoisecco.
Temos o Vino Marsala Fine, o Superiore e o Superiore Riserva.
Ainda o Vergine e ou Solera e Vergine ou Solera Stravecchio e ou Riserva.
Grande Abraço

Beto

Beto Duarte disse...

O vinho Marsala, que usa principalmente as uvas Grillo, Inzolia e Catarrato, recebe depois de vinificado o "vino di cotto", o "sifone" e álcool (quase como o Porto).
O tal Vino di Cotto é feito com o mosto da uva Catarrato cozido, direto no fogo ou no vapor em caldeiras de cobre.
Depois que o volume diminui ele é misturado ao vinho.
O "sifone" é obtido com as uvas Grillo (essas sim em colheita tardia), depois de passarem por envelhecimento, também misturadas ao vinho junto com álcool de uva.
Tudo misturado vira o Marsala.
Tipos de Marsala: Oro ou Ambra, Rubino, doce, secco ou semoisecco.
Temos o Vino Marsala Fine, o Superiore e o Superiore Riserva.
Ainda o Vergine e ou Solera e Vergine ou Solera Stravecchio e ou Riserva.
Grande Abraço

Beto

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis