Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

quarta-feira, fevereiro 18, 2015

As sogras de Mariano - Conto


Mariano era o terror das sogras.
Nenhuma gostava dele.
Ou por que era alto, ou por que era magro, ou por que deixava a barba por fazer, ou por que não era milionário, ou por que trabalhava numa loja que vendia bebidas alcoólicas, e mais tarde por que era bem mais velho que sua namorada.
Mariano nem ligava pra elas.
Ligava mesmo para sua mulher, namorada ou noiva…
Sim porque foram várias sogras, várias histórias.
Teve também a antipatia dos sogros.
Podia ser por ser torcer para outro time, votar em outro partido, muito informal, muito isso, muito aquilo…
E além de tudo, trabalhava numa loja de vinhos, era sommelier o que fazia pensar ou maldosamente insinuar, que era um beberrão.
Mariano só não ria porque as filhinhas de mamãe e papai acabavam sempre, pelo menos um pouco influenciadas pela força do seio da família.
As mulheres tinham pouca ou nenhuma reclamação.
Simpático com todos, trabalhador, romântico, atencioso, gentil, e pronto: um amante excepcional.
Mesmo assim sempre saía perdendo.
A primeira mulher foi passar o natal com a mãe e não voltou mais.
Ela jura para as amigas que Mariano era um sonho, mas que caiu na armadilha da mãe e quando tentou voltar ele já tinha outra sogra, ou melhor, mulher.
A segunda foi seqüestrada pelo pai, que cismou que Mariano bebia sozinho, mais que todo time de hockey da Rússia.
Ela jura que foi seqüestrada, mas quando pensou em voltar, Mariano estava de férias com um novo sogro, que esse sim, gostava dele pra contrariar a esposa que o odiava.
Com tanto ódio, ele sofreu uma agressão com um guarda-chuva que acabou provocando uma ordem judicial para que a sogra não se aproximasse dele em hipótese alguma.
Sorte.
Azar.
A filha se solidarizou com a mãe e nem os esforços do pai foram capazes de desfazer o mal entendido.
Quando a mulher descobriu que era pura loucura da mãe, Mariano já tinha outro sogro.
Dessa vez o sogro já o achava velho demais para a filha, a mãe então nem pensar.
A filha fazia o possível para resistir a tanta provocação.
Não brigava, não respondia, mas resistia.
Aos poucos as ex sogras (dizem que não existe ex sogra) foram se arrependendo.
Algumas sofriam com o sofrimento das filhas solteiras e infelizes.
Outras acabaram engolindo genros piores com a força do tempo.
Algumas filhas ficaram sem os pais e sem maridos.
Mariano?
Mariano ficou com a mais forte.
Os sogros foram mais fracos que ela.
Viveram felizes, tiveram filhos, implicaram com os genros e aceitaram por fim.
Mariano nunca deixou de ser Mariano.


0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis