Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

terça-feira, março 17, 2015

ProWein tem novos protagonistas no vinho. Por Bruno Airaghi




Okuzgozu da Turquia, pais onde se produz vinho há 8.000 anos,
duas décadas para cá começou a se dedicar a qualidade e aos vinhedos e uvas autóctones.
A Bolívia se destaca com um Tannat produzido acima dos 2000 metros de altitude; os vinhos de Israel , uma industria que volta a renascer focando sobre cepas internacionais e o expertise francês, como ocorre no Líbano e ainda temos os vinhos da China , País no qual grandes grupos da enologia francesa fizeram grandes investimentos, e indo para o outro lado do planeta surge os Estados Unidos com diversidade de territórios da Califórnia a Washington e o Riesling da zona de Finger Lakes no estado de Nova Iorque.
Podíamos desfilar muitos outros como: Japão, Grécia , passando pela Georgia e assim vai.
Todos novos protagonistas que calmamente entram no palco mundial do vinho como acontece nestes dias na ProWein (Dusseldorf), já considerada como um dos endereços mais importantes no" business" do vinho.
Estes "novatos" que iniciaram com produção e quantidade para o
seu mercado interno , agora buscam a qualidade e na sequência a exportação.
O apelo , sempre que possível, são as cepas autóctones ou também explorando suas características geográficas (altitude , proximidade com o deserto etc).
São volumes pequenos , e continuarão sendo, até por questões de limite de fronteira (caso de Israel) mas que por outro lado podem se tornar grandes em volumes, caso da Turquia que é um dos maiores produtores de uva (vinífera somente 5%).
Assim o panorama vínico vai delineando novos componentes que miram usufruir as luzes do grande palco internacional enológico.

0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis