Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

sábado, junho 13, 2015

TorreVento e o enigmático Castel del Monte. Por: Bruno Airaghi


A la Pastina foi à Puglia (Itália) ao redor de 1 ano atrás e trouxe para a o portfólio Torrevento, com uvas brancas e tintas típicas da região que fica 25 km da costa Adriatica com distintos micro climas , que só premiaram o grupo de clientes que atenderam ao convite do jantar degustação no Due Cuochi, no Morumbi, em São Paulo.
A vinícola fica aos pés do Castel del Monte , uma fortificação em forma Octogonal do século Xl , com 8 torres que basicamente deveria ser uma defesa.
Contudo conta o produtor (MicheleTedone) na época não tinha do que se defender, daí o mistério que alimenta uma boa história do local.
Sendo 3ª geração á frente da vinícola, produzem vinhos elegantes e de bom preço qualidade, fator que atualmente é decisivo na aquisição de um vinho para acompanhar um “buon pasto” (refeição) com a familia.
Puglia e Primitivo , uma dupla irrepreensivel, mas os vinhos oferecidos iniciaram com um branco DOC 2013 Pezzapiana das 2 uvas: Bombino e Pampanato, servido na temperatura correta, um vinho leve, alegre de 12% de álcool, fresco, acompanhou bem o antipasto de mil folhas de berinjela com frutos do mar, purê  de tomate com manjericão e croutons.
Um prato simples mas com riqueza de sabores. 
Por sinal, a cozinha estava sob a regia de Mimmo Merla, chef da própria vinícola que deu um toque exclusivo ao menu.
Com orechiette Divella ao molho de tomate cereja , alcaparras , rúcula e ricota entrou em cena o vinho tinto DOC 2012 Bolonero, carregando 3 Bicchieri 2015 do Gambero Rosso .
Um bom assemblage de Nero de Troia com Aglianico , 13% álcool. de terreno calcário e a 450 mts. de altitude , é um vinho interessante , harmônico, toque aveludado, fresco, por isso mereceu o Oscar de preço e qualidade. R$ 58,00 ( nota:90/100).
O que vem a ser Bolonero?
Era nos primórdios uma mistura de barro, feno, água  que diríamos uma espécie do atual cimento .
Que edifica , constrói , fortalece daí o nome que a vinícola escolheu
para este vinho.
... Cameriere il secondo piatto: Entrecote ao azeite extra virgem com purê de batatas.
Na taça o vinho Vigna Pedale Riserva DOC 2010 , anotar : 7 anos consecutivos 3 Bicchieri Gambero Rosso!
Vinho de 13,5% , DOC 100% Nero di Troia, com 1 ano de botte grande e 1 ano de garrafa.
È o vinho “ambassador” na Europa, toque de violeta, herbáceo quase medicinal, balsâmico, com um bom corpo e tanino macio, avaliado com : 92/100. R$ 110,00.
Top dos tintos o: Ottagono  Nero di Troia  Riserva DOCG 2011
(medalha de prata Decanter WineAwards 2014, 2 Bicchieri Gambero Rosso).
Uvas de vinhedo com 30 anos , extração concentrada , potente e gentil com 13,5% alc. Valor a confirmar, contudo avaliado em: 91/100.
Finalizando um Moscato , Vinho Dulcis in Fondo  DOC 2009 (90 pts. WE).
Com apassimento na planta desidrata 50% de água, concentrando o açúcar, boa mineralidade, equilibrado, ideal combinação para uma pratada de queijos, na mesa foi servida uma típica sobremesa da Puglia ( Panetto di minervino).
R$88,00, 89/100.
A vinicola recebe interessados e dispõe de um restaurante com arcos no interior e bem decorado.




Michele Tendone (foto) tem valor humanitário.
Oferece a municipalidade local leitos para enfermos e reabilitação de deficientes.
Adora naturalmente as netas e equitação.
Gol da Puglia e La Pastina, que acertou no alvo!


0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis