Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

terça-feira, outubro 27, 2015

Bussaco Branco Reservado 2002 - Regiões Dão e Bairrada - Portugal


Esse vinho virou mito pelo potencial de envelhecimento, pela raridade, pois há pouco tempo, só poderia ser comprado no próprio Palácio Buçaco ou em hotéis do grupo Alexandre de Almeida (grupo dono da vinícola).
Claro que a qualidade foi o fator mais importante na construção da fama.
Não se sabe muito sobre os vinhos. Pelo menos pra mim restam alguns mistérios, mas talvez eu seja muito curioso.
Se sabe que as uvas são da região do Dão e da Bairrada.
Gostaria de ver esses vinhedos...
As variedades usadas são a Encruzado (no lote do Dão), Maria Gomes e Bical (no lote da Bairrada).
O vinho passa 1 ano em barricas de carvalho francês.
Os vinhos brancos do Bussaco (a confusão entre a cedilha e os dois esses é tradicional, mas no rótulo está escrito com dois esses) foram criados em 1917 e foram servidos no próprio palácio do Bussaco para reis, rainhas e grandes personagens da aristocracia europeia.
Esse 2002, provado há 2 semanas, mostrava uma juventude fora do normal para um branco de 13 anos.
E é isso que normalmente se espera dos brancos do Bussaco.
A cor não entrega a idade nem sob tortura.
No nariz tem muito boa intensidade aromática, com notas complexas de frutas brancas, mel, tabaco e um toque mineral de petróleo.
Na boca é seco, extremamente elegante, equilibrado.
Tem corpo médio, boa acidez (média +), sensação alcoólica (tem 13%) nada agressiva (média), intensidade de sabor marcante (pronunciada) com notas cítricas, pêssego, pera, mel, ervas aromáticas...
Persistência longa (média +).
Pode parecer incrível, mas o vinho ainda deve evoluir. Está jovem.
Nota: 95/100
Importador: https://www.mistral.com.br/produto/bucaco-reserva-branco-2001-palacio-do-bucaco
Preço (2001): 490 Reais
Relação preço/qualidade: 3/5

0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis