Noticias, Entrevistas, Informações, Opinião
Tudo sobre o mundo do vinho!

sábado, janeiro 28, 2017

Garrafas falsas de Romanée-Conti. Um russo e dois italianos começaram a ser julgados.







O julgamento aconteceu essa semana em Dijon.
Eles venderam 400 garrafas falsas de Romanée-Conti, um dos vinhos mais caros do mundo, além de alguns outros grandes vinhos da Borgonha.
O prejuízo causado por eles, chega a 1,5 milhão de euros.
Se trata de uma rede internacional de falsificação que passa pela Itália e pela Russia.
Eram dois tipos de falsificação, com os rótulos russos mais grotescos e os italianos mais próximos dos originais.
Os italianos acusados, são os negociantes Enzio e Nicola Lucca (pai e filho).
Eles foram encontrados pela policia italiana em outubro de 2013 com rótulos e garrafas falsas num depósito na própria casa.
A justiça italiana acabou liberando os dois e se recusa a extraditá-los para a França.
Os dois acabaram pegos de novo pela justiça suíça em 2015 e pegaram 24 meses de prisão (com surcis, que dispensa o cumprimento de uma parte da pena) e uma multa de 5000 francos suíços cada um.
O Domaine de la Romanée-Conti pretende receber uma multa de 1 milhão de euros, quando o julgamento terminar.
O Russo, Aleksandr Iugov, alega inocência e pode ser absolvido.

0 comentários:

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | hospedagem ilimitada gratis